free fonts free icons

 

"A suspensão da negociação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) não é o único desrespeito da direção da Empresa Brasil de Comunicação com seus trabalhadores. Ela quer retirar direitos históricos conquistados em anos de negociação do ACT e que asseguram garantias mínimas aos trabalhadores.
Na peça judicial enviada pela EBC ao Tribunal Superior do Trabalho consta a contraproposta que a empresa não apresentou aos sindicatos. Além do aumento nos salários e benefícios de 4.5% (cerca de metade da inflação acumulada do período), a proposta prevê:

- Fim do talão extra do auxílio-alimentação
- Fim da cláusula sobre comportamento ético e moral, retirando representante dos empregados da Comissão e retirando a obrigação de perda de cargo para chefe cujo assédio foi confirmado (conquista da última greve)
- Fim da opção exclusiva do trabalhador por receber em dinheiro ou compensação a hora-extra
- Fim do direito a ter dias não trabalhados (como o sábado) abonados
- Fim do salário de substituto
- Fim das metas e da obrigação de fornecer cursos
- Fim da transparência na administração e da divulgação de informações sobre licenças, promoções e outros
- Fim da promoção obrigatória todo ano
- Fim da avaliação obrigatória, inclusive dos chefes, todo ano
- Fim da obrigação de garantir equipamentos para as tarefas desempenhadas
- Fim do custeio de cursos externos
- Fim da compensação quando da convocação para serviços inadiáveis em dias de descanso
- Redução do prazo para divulgação de escalas de plantão de 1 mês para 15 dias
- Fim do direito de alterar férias com 50 dias de antecedência
- Fim da obrigação de fornecer roupas para cobertura em locais que exigem (Congresso, Planalto etc..)
- Fim da exigência de registro profissional para contratar alguém
- Fim da cláusula do vale-cultura
- Fim da multa para descumprimento do ACT

Esta é apenas uma parte dos direitos que a direção da EBC quer retirar dos trabalhadores. Ao levar essa "pauta" ao TST, a direção mostra que não fez apenas uma consulta sobre quem pode assinar ou sentar à mesa de negociação, mas busca uma estratégia de acabar com a negociação direta entre as partes como forma de minar a mobilização dos trabalhadores.
Se a situação já era grave e exigia mobilização, agora trata-se de uma questão de sobrevivência. Se os empregados não reagirem podemos ver o Acordo Coletivo de trabalho conquistado a muito suor de todos, inclusive durante duas greves, mutilado e reduzido a metade com a perda dos itens mais importantes.

Todos à assembleia do dia 18/11!
Nenhum direito a menos!
Acorda EBC!!


Sindicato dos Jornalistas do DF, RJ e SP
Sindicato dos Radialistas do DF, RJ e SP
Comissão de Empregados da EBC"]

 

O Sindicato de Radialistas​ do Rio de Janeiro convoca, nesta semana, assembleias gerais em todo o Estado para que você, profissional, avalie a atual proposta de Convenção Coletiva em negociação com o sindicato patronal.

Suamos a camisa e corremos atrás da garantia dos direitos de cada radialista do Rio de Janeiro. Depois de 5 rodadas de negociação com o sindicato patronal pela Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) 2016, mais de mil e quinhentos profissionais aprovaram a proposta final em assembleias gerais que percorreram todo o estado!

Estivemos em Resende, Angra, Itaguaí, São Fidélis, Nova Friburgo, Teresópolis, Petrópolis, Três Rios, Paraíba do Sul, Valença, Barra do Piraí, Barra Mansa, Volta Redonda, Campos dos Goytacazes e em diversos bairros da cidade do Rio de Janeiro ouvindo você, radialista que se posicionou, debateu e votou. É somente com você que o sindicato tem força! Sindicato somos juntos, sindicato é você, e só a luta nos garante!

#VemComSeuSindicato

Na 5ª rodada de negociação, realizada ontem (03/11), entre Sindicato dos Radialistas/RJ e patrões do Rádio e da TV, foi apresentada, pela bancada patronal, a seguinte contraproposta:

PISOS SALARIAIS (8,5% com retroativo de outubro a ser pago em novembro):
TV Capital: R$ 1. 622,97
Rádio Capital: R$ 1.460,16
TV Interior: R$ 1.166,75
Rádio Interior: R$ 1.090,80
REAJUSTE SALARIAL:
8,0% para salários até R$ 3.000,00 (6,5% com retroativo de outubro + 1,5% em abril/2017)
7,5% para salários acima de R$ 3.000,00 (6,5% com retroativo de outubro + 1% em abril/2017)
Obs: Para radialistas do interior que ganham acima de R$ 5.000,00, reajuste de 5%
AUXÍLIO ALIMENTAÇÃO:
Reajuste de 8,5% a partir da data de assinatura do acordo
PR/ABONO:
42%, podendo ser pagos até julho de 2017.

A comissão de negociação do Sindicato dos Radialistas/RJ, se posicionou de forma objetiva: Para que o sindicato encaminhe as propostas para o crivo dos trabalhadores através de assembleia, é necessário um avanço na proposta de reajuste salarial por parte da bancada patronal.
Aguardaremos o retorno da bancada patronal nos próximos dias. Mediante resposta patronal convocaremos uma assembleia com os trabalhadores ou marcaremos uma nova rodada de negociação.

Saiba mais no nosso vídeo e acompanhe as propostas aqui.

Venha com seu sindicato; só a luta te garante!

 

 

 

Mais uma vez, conseguimos: percorremos 18 cidades, realizamos mais de 13 assembleias, onde centenas de radialistas debateram suas condições de trabalho, anseios e perspectivas para o próximo ano. Nós, do Sindicato Radialistas RJ, depois de 5 rodadas de negociação com o sindicato patronal pela Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) 2016/2017, podemos seguir com firmeza para esta reta final, sabendo que representamos mais do que a nossa diretoria: nosso rumo está dado por cada um de vocês! 

Um agradecimento especial a toda nossa categoria, profissionais de Petrópolis, Três Rios, Paraíba do Sul, Valença, Barra do Piraí, Resende, Angra, Itaguaí, São Fidélis, Nova Friburgo, Teresópolis, Barra Mansa, Volta Redonda, Campos dos Goytacazes e da metrópole fluminense; toda(o)s a(o)s radialistas do Rio de Janeiro! Sindicato somos juntos, sindicato é você.

Edital de Convocação:

A presidência do Radialistas RJ (Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Radiodifusão, Cabodifusão, DISTV, MMDS, TVa Cabo, TV por Assinatura e similares do Estado do Rio de Janeiro) convoca a todas e todos, companheiras e companheiros radialistas que trabalham na Empresa Brasil de Comunicação, para nos reunirmos em Assembleia Geral Extraordinária!

Nosso encontro será dia 8 de novembro (terça-feira), às 12:30, na Rua Gomes Freire, nº 474, no Centro da cidade do Rio de Janeiro, em frente à porta da EBC.

O convite se estende àqueles(as) lotados no Estado do Rio de Janeiro, regulamentados conforme o decreto Nº84.134 de 30 de outubro de 1979 e não regulamentados conforme descrito no parágrafo 2º do artigo 581 da CLT.
A partir das 12:30 será feita a primeira convocação, com quórum estatutário, e às 13:00 a segunda e última convocação, com qualquer número de presença. As ordens do dia são:

1. Negociação do Acordo Coletivo de Trabalho 2016/2017

2. Iniciativa de Mobilização e Possibilidade de Paralisação

3. Assuntos Gerais

 

Att. Leonel Querino da Silva Neto,
Presidente

 

Matriz:

Rua Leandro Martins, 10 - 5° andar e 12° andar -
Centro - RJ - Cep: 20080-070
Telefones: (21) 2253-8903/ 2253-8914/
               (21) 2253-8952/ 2516-0268

Subsedes:

Jacarepaguá
Estrada dos Bandeirantes, 6.471
Curicica – Jacarepaguá (em frente ao Projac)

Telefones: 3734-7210

Campos
Rua Doutor Lacerda Sobrinho nº 132 loja 03
Centro - Campos dos Goitacazes -RJ

Telefone : (22) 2720-2551